Busca      Seleção de Idioma 
     


Dicas para ser um grande pai
| APOSTOLADO | NOTÍCIAS
O pai é a primeira experiência da criança no amor de Deus Pai, então ele precisa ser um protetor forte e provedor que está presente na vida das crianças.

Tip #7a: Give them your undivided attention and avoid multitasking.
7a. dica: Esteja presente na vida de seus filhos.

Por Padre Michael Sliney, LC, e Matt Williams

Assim como Deus Pai, um pai deve dar a suas crianças um amor constante e estável, provendo o que é bom para sua família incondicionalmente (“Se um filho pedir um pão, qual o pai entre vós que lhe dará uma pedra?” Lucas 11, 11). Isto significa prover aquilo que a criança precisa, não necessariamente o que elas querem. Também significa protegê-las daquilo que é mau e danoso.

Um pai não pode modelar o amor de Deus se ele não está presente nas vidas de suas crianças, assim como Deus está constantemente presente nas nossas. Então ser modelo do amor de Deus Pai também significa estar lá, no dia-a-dia. Às vezes os dias comuns são os mais importantes lá na frente.

Com estes pensamentos em mente, aqui vai uma lista de dicas práticas para ser um grande pai. Com a ajuda generosa de Matt Williams, nós novamente entrevistamos mães, pais e suas crianças para ajudar a compilar a lista a seguir:

1.       Seja fiel à sua esposa: o melhor presente que você pode dar a seus filhos é ter um ótimo casamento. Ame sua esposa incondicional, aberta e afetuosamente, na frente de seus filhos.

a.       Apóie suas decisões e nunca abertamente diminua, critique ou ridicularize qualquer decisão disciplinar dada por ela na frente de seus filhos.

b.      Seja um front único com ela, garantindo que ela esteja sempre na mesma página em qualquer decisão que envolva os filhos.

c.       Trate o desrespeito de uma criança à sua mãe como uma ofensa séria.

2.       Seja o cabeça espiritual da família: a fé de uma família precisa vir primeiramente do pai. Não importa o quão santa seja a mãe, de nada adiantará se você não for tão forte quanto ela.

a.       Viva sua fé abertamente na frente de seus filhos e os ensine e encoraje a fazer o mesmo.

b.      Ofereça orações e sacrifícios diários por suas crianças.

c.       Determine metas espirituais para cada um de seus filhos (reforce uma virtude em particular).

d.      Vá à igreja e ore com sua família (mesmo que não seja Católico).

e.      Leia as Escrituras para aprender sobre Deus Pai para então poder ecoar suas qualidades paternas.

3.       Separe trabalho da vida familiar: sempre há mais trabalho a se fazer... Quando você chega em casa do trabalho, você deve se separar daquele mundo tanto quanto possível.

a.       Faça um esforço para chegar em casa numa hora razoável e ter um jantar em família.

b.      Desligue e-mail e Blackberry de sexta até domingo ou quando estiver junto aos seus filhos em eventos esportivos, peças na escola, etc. (esteja engajado no que eles estão fazendo).

c.       Esteja disposto a passar um tempo significativo com seus filhos à noite.

4.       Seja o guardião da virtude de sua filha: as filhas frequentemente se casam com alguém parecido com o pai. A forma como você trata sua filha, a encoraja a se vestir, etc., é a medida que ela terá de sua virtude até a sua adolescência. Ela irá ganhar confiança de seu pai e aprender como os garotos devem tratá-la.

a.       Honre sua esposa na frente de suas filhas.

b.      Vá/Crie encontros Pai/Filha(s) em dias específicos (faça o que elas gostam de fazer).

c.       Deixe as coisas de garotas para garotas: deixe sua esposa dar conselhos sobre namorados, fofocas, panelinhas e outros tópicos mais femininos.

d.      Dê tanta atenção para suas filhas como dá para seus filhos: isso pode impactar diretamente a pureza de suas filhas mais à frente (por exemplo, sem atenção de seu pai fará uma garota procurar esta atenção em outros homens).

5.       Seja um exemplo para seus filhos: não importa o quanto fale para seus filhos o que fazer, isso não terá efeito a não ser que você pratique o que prega. O que você faz é cuidadosamente analisado e assimilado por eles.

a.       Viva pelos padrões que você define para seus filhos (especialmente no que tange a livros, filmes e outras mídias).

b.      Tenha cuidado com quem você passa o seu tempo: o comportamento de seus próprios amigos influenciará seus filhos também (uma observação: desenvolva amizades com outros pais para trocar experiências).

c.       Evite o excesso: bebida, TV, computador, etc.

d.      Seja um exemplo de cavalheirismo, ética, honra, boa linguagem e maneiras à mesa.

6.       Seja o melhor amigo e conselheiro de seus filhos: como um pai você deve estar disponível, alguém que seus filhos podem buscar para qualquer necessidade.

a.       Mostre-se interessado no que seus filhos estão fazendo e conheça os amigos deles. Chegue até onde eles estão, para então ajudá-los.

b.      Envolva seus filhos no trabalho doméstico (mexer no jardim, lavar o carro, etc.), usando isso como oportunidade para formação.

c.       Seu conselho realmente importa para seus filhos (invista tempo explicando princípios morais chaves para seus filhos)

d.      Procure entender seus filhos e depois ser entendido por eles (silêncio e escuta são uma parte importante da paternidade).

e.      Não trate cada filho da mesma maneira. Seja sensível às suas diferenças.

f.        Seja generoso ao expressar orgulho e aprovação às suas crianças (nós amamos você, estamos orgulhosos de você, etc).

g.       Defina expectativas claras para seus filhos.

h.      Não faça promessas que não poderá cumprir.

i.         Dê igual afeição para todos os seus filhos, especialmente os meninos (se um menino ganha bastante atenção de seu pai, ele crescerá para ser um homem afetuoso e compassivo).

7.       Esteja presente na vida de seus filhos: você não conseguirá nada disso se você não estiver passando tempo em quantidade e qualidade suficientes com sua família.

a.       Dê a eles sua atenção exclusiva e evite a “multi-tarefa”: se você for falar com seus filhos ou fazer algo com eles foque-se completamente nisso.

b.      Passe um tempo individual com cada um de seus filhos: não tenha favoritos (invista tempo e esforço igual para cada um).

c.       Tente tirar férias que permita a você passar muito tempo junto em família: viagens de carro, acampamento, etc.


DATA DE PUBLICAÇÃO: 2009-07-23


 
 


 



Sigam-nos em:   
Patrocinada pela congregação dos Legionarios de Cristo e pelo movimento Regnum Christi , Copyright 2011, Legión de Cristo. Todos os direitos reservados.

Deseja adicionar Dicas para ser um grande pai aos seus favoritos?
Sim   -    Não