Busca      Seleção de Idioma 
     

Descanse em paz! (Artigo)
Carta do Pe. Eduardo Robles Gil, L.C., com ocasião da morte do Pe. Álvaro Corcuera, L.C. (Artigo)
Nomeiam o Pe. Gianfranco Ghirlanda, S.J. assistente pontifício da Legião de Cristo (Artigo)
Alerta sobre a “síndrome de Jonas”. (Artigo)
«O apoio que recebemos da Igreja nos fez abrir mais à comunhão» (Artigo)

A vinda do Espírito Santo – Pentecostes. Jo 20,19-23
| VIDA ESPIRITUAL | ESPIRITUALIDADE
O Espírito Santo é o maior dom que Cristo ressuscitado nos traz.

Evangelho: João 20,19-23

Na tarde do mesmo dia, que era o primeiro da semana, os discípulos tinham fechado as portas do lugar onde se achavam, por medo dos judeus. Jesus veio e pôs-se no meio deles. Disse-lhes ele: A paz esteja convosco! Dito isso, mostrou-lhes as mãos e o lado. Os discípulos alegraram-se ao ver o Senhor. Disse-lhes outra vez: A paz esteja convosco! Como o Pai me enviou, assim também eu vos envio a vós. Depois dessas palavras, soprou sobre eles dizendo-lhes: Recebei o Espírito Santo. Àqueles a quem perdoardes os pecados, ser-lhes-ão perdoados; àqueles a quem os retiverdes, ser-lhes-ão retidos.

Fruto: Colaborar com o Espírito Santo em nossa santificação é escolher sempre o caminho que Jesus Cristo nos ensina.

Pautas para a reflexão:
Um cristão sem Espírito Santo é como um fogo que não queima, que não esquenta. Mas com o Espírito Santo, que diferença!

1. O dom maior de Cristo ressuscitado é o Espírito Santo
Suas primeiras palavras a seus apóstolos reunidos no cenáculo foram: “Recebei o Espírito Santo”. Era o cumprimento de uma promessa que tinha-lhes feito na Última Ceia: ia mandar o Espírito Consolador. O Espírito Santo deu-lhes um poder espiritual: o de perdoar os pecados. Aqui vemos como o Espírito Santo lhes dá a faculdade de fazer o que Cristo fazia durante sua vida. É o Espírito Santo que lhes dará o poder de pregar e de santificar como Cristo fazia. A missão da Terceira Pessoa é colaborar com a obra de Cristo, levar os homens a se transformarem em Cristo.

2. Homem “espiritual” ou “carnal”
Ser devoto do Espírito Santo é ser um homem “espiritual”, que quer dizer deixar-se guiar por Ele, e não ser um homem “carnal”, que significa deixar-se arrastar pelas próprias paixões. Até onde o Espírito Santo me guia? O ponto de chegada sempre é o mesmo: Cristo. Cristo era o homem do Espírito porque sempre se deixava iluminar por suas inspirações. Como sei que estou me deixando levar pelo Espírito Santo? É muito fácil: cada vez que opto pelo bem e afasto o mal, estou colaborando com Ele. Onde há um ser humano que está fazendo o bem, ali está trabalhando o Espírito de Deus.

3. O influxo do Espírito Santo
Como aumentar o influxo do Espírito Santo na minha vida? Cada vez que recebo um sacramento, o Espírito Santo vem à minha alma. O fato dele me aproximar freqüentemente do sacramento da reconciliação e da Eucaristia é uma maneira ótima para incrementar sua presença dentro de mim. Quando uma pessoa reza, abre a janela de sua alma ao Espírito. Assim Ele poderá influir em minha inteligência, minha vontade e meu coração. Deus não recusa sua graça à pessoa que se dispõe a recebê-la.

Propósito: Revisar minha vida para ver se sou um “homem espiritual” ou um “homem carnal”.


DATA DE PUBLICAÇÃO: 2009-05-28


 
 


 



Sigam-nos em:   
Patrocinada pela congregação dos Legionarios de Cristo e pelo movimento Regnum Christi , Copyright 2011, Legión de Cristo. Todos os direitos reservados.

Deseja adicionar A vinda do Espírito Santo – Pentecostes. Jo 20,19-23 aos seus favoritos?
Sim   -    Não